Com mais de Um milhão de seguidores em seu canal no youtube, Jasmine Thompson, é um dos maiores sucessos da atualidade. Com apenas 14 anos, a jovem ficou conhecida na internet após gravar um cover da música Ain't Nobody da cantora Chaka Khan, para o comercial de uma rede de supermercados.

De lá pra cá, Jas mostrou ao mundo seu talento ao fazer cover de músicas consagradas do meio musical, como Everything Has Changed da cantora Taylor Swift, Titanium do DJ David Guetta e Halo da diva Beyoncé.

Em 2013 ela lançou seu primeiro CD denominado de Bundle of Tantrums, que incluía também singles famosos. 

Para conhecer um pouco mais da Jasmine, separei dois cover incríveis para vocês, vamos conferir?

01. Let Her Go - Passenger

02. Stay With Me - Sam Smith

Bom sonhadores espero que tenham gostado e até a próxima!
 Instagram l Twitter l Facebook

Veneno - blog doce sonhadora
Foto: Bianca Oliva
Quando comprei esse livro, não sabia ao certo o que esperar, mas assim que comecei a leitura me apaixonei.

A versão original, que nos é apresentada na infância, onde a pobre Branca de Neve, é duramente perseguida pela rainha má, por ser a mais bela do reino sendo levada para a floresta, onde deverá ser assassinada pelo caçador. Todavia, ele a deixa viver, com a promessa de que não retornará ao reino mas, ela é resgatada pelos sete anões, depois come uma maçã envenenado pela rainha, que descobre que ela ainda está viva e por fim, é salva pelo beijo apaixonado do príncipe encantado e são felizes para sempre. Desde o tempo em que nas peças da escola eu era a Branca de Neve, me vestia com roupas iguais inclusive, tive o mesmo vestido, sou fã de carteirinha desse clássico.  

Bonito não? Como não se apaixonar na infância por um clássico onde o príncipe tem valores memoráveis e que salva a princesa indefesa, das garras da madrasta malvada? Quem nunca sonhou em encontrar um príncipe assim, para te livrar dos percalços que a vida nos põe a prova?

O primeiro livro da Saga Encantadas da escritora Sarah Pinborough, publicado pela editora Única, recebeu o nome de Veneno e traz uma releitura totalmente diferente da original, mais adulta, mais soft, mais com gosto de quero mais.

Neste releitura, a Branca de Neve não é tão inocente assim; a madrasta tem lá seu lado bom, mesmo que pareça impossível de se imaginar, após todo sofrimento que passou na juventude. E, para quem espera uma leitura café com leite esqueça, essa é uma versão adulta sim, muito adulta na verdade, com cenas de sexo bem detalhadas. E, com um final inesperado, que deixa os apaixonados pelo eterno conto de fadas, totalmente pasmo, para não dizer surpresos.

Já comecei a ler o segundo volume da saga e logo mais, trago notícias da terra da Cinderela, sim, este é o próximo volume da saga, que recebeu o nome sugestivo de Feitiço. Até lá, sonhadoras!


E se você pudesse escolher os astros que representariam seus livros favoritos na telona, quem você escolheria? Após dois pilotos nem um pouco convincentes e de ser oficialmente descartado pela CW. A trilogia A Seleção da autora Kiera Cass, não se tornara mais seriado televisivo e os direitos autorais já retornaram para a autora, que afirma que se nova proposta para transforma os livros em filme, for feita vai demorar para a mesma aceitar passar os direitos da série.

Ao analisar os astros escolhidos nos dois pilotos para interpretar o triangulo amoroso, tive uma decepção por considerar que não houve uma análise das características dos personagens apresentados por Kiera em seus livros, com aqueles escolhidos pela CW para estampar na TV.

Foi pensando nisso que me poóis a procurar aqueles que melhor se identificariam com a narrativa da autora e com o que é esperado pelos fãs da série.


Para interpreta o Príncipe Maxon, logo me veia a mente o ator Chace Crawford, astro da extinta serie norte-americana Gossip Girl.

Nos dois primeiros pilotos foram escolhidos para este papel atores Ethan Peck e Michael Malarkey, ator britânico, mas conhecido por seus papéis em peças teatrais e que não possuía nenhuma experiência na TV.

Para interpretar a nossa futura Princesa, escolhi Alice Englert, modelo e atriz Australiana que interpretou a Lena Duchannes no filme Dezesseis Luas.

Anteriormente as atrizes selecionadas para o papel da América, foram a atriz Aimee Teegarden, que já participou de grandes produções cinematográficas e Yael Grobglas que interpreta hoje a vilã da série Jane The Virgin.

Quanto ao Aspen, apesar de não ir muito com a cara do personagem pelas insistências com a América e atrapalhar as vezes o relacionamento dela com o Maxon, pensei em Taylor Laurente o maravilhoso, para este papel. 

Nos dois primeiros pilotos, os escolhidos para dar ar a Aspen, foram Willyam Moseley (O eterno príncipe Pedro, das Crônicas de Narnia) e Lucien Laviscount que interpretou Jonah Kirby na série Waterloo Road.

Abaixo deixo o último piloto, rejeitado pela CW quanto ao seriado de A Seleção. Mas antes deixe-me lembrar a todas que no livro da Kiera temos uma versão mais juvenil, onde o príncipe Maxon é retratado de uma forma tímida e fofa, o que no vídeo abaixo a fofura e a timidez são substituídos por uma pegada mais adulta.



Só lembrando a todos, que A Seleção é publicada aqui no país pela Companhia das Letras. Então até 05 de Maio, teremos lançamento da continuação série "O Herdeiro", logo teremos mais noticias a respeito deste novo livro.

 Instagram l Twitter l Facebook

E se as princesas da Disney não fossem tão fofinhas e cheias de frufrus? Foi pensando em dar um ar mais moderno e que lembra os famosos penteados pin-ups, que o ilustrador Italiano Emmanuel Viola retratou as belas que fizeram e fazem parte da infância de muita gente.








A minha vez que apareci por aqui, apresentei uma resenha básica do livro “Entre o Agora e o Nunca” da autora J.A Redmerski e hoje falo de “Entre o Agora e o Sempre”, a continuação deste livro maravilhoso.

Camryn e Andrew estão felizes, ele conseguiu se recuperar perfeitamente bem do câncer que quase o matou e agora estão esperando um bebê.  Mas uma tragédia lhes acontece, e Camryn parece não conseguir superar, trazendo consigo todas as dores que um dia a fez sair de casa. Andrew, em uma tentativa de conseguir trazer a amada de volta para si, decide cair na estrada outra vez e mesmo relutante, ela vai.

Para quem espera surpresas e reviravoltas lhes digo de antemão que não acontece, este segundo volume é mais para matar as saudades desse casal apaixonante. O livro é sim MUITO bom, apesar de não ser tão encantador quanto o primeiro, e este é o problema dos autores, não é verdade? As vezes uma continuação tira o delicioso gostinho de quero mais. Ele não é decepcionante, de forma alguma afinal temos como casal principal Camryn e Andrew (e eu sou suspeita pra falar), e é gostoso de se ler assim como o primeiro, te prende da primeira página à última. Super recomendo!